Projeto “Ser Criança”

(ou educação pelo brinquedo) – Araçuaí / Minas Gerais

Estudar brincando, plantar e comer, conversar e aprender, jogar e cantar, criar e ensinar, pintar e limpar, fazer e reciclar, dançar e sonhar, ser e ousar, respeitar e crer, rir e cuidar-se, são alguns, dos muitos verbos praticados no dia-a-dia deste projeto por centenas de meninos e meninas, em horários complementares à escola formal e em espaços comunitários repletos de alegria, prazer e generosidade.

Todas as situações vividas pelas crianças, das mais rotineiras às mais ocasionais, são encaradas como “conteúdos educacionais” significativos.

Todos os espaços comunitários ocupados pelos participantes são convertidos em “espaços de aprendizagem” e todas as escolas em “centros de cultura comunitária”.

Todas as pessoas participantes da vida das crianças são consideradas educadoras, independentemente de idade ou função, sejam eles pais, colegas, além dos professores.

A regra geral na aplicação dessa filosofia é o respeito às diferenças e singularidades individuais: cada ritmo, cada fazer, cada saber. O projeto, mais do que uma iniciativa social, tornou-se uma tecnologia educacional ao ser implantado através da Lei Municipal de Educação em municípios como São Francisco e Araçuaí/MG.

 

Nossos Objetivos

 

  • Através de atividades complementares à escola, promover ações afirmativas no cotidiano de crianças de 7 a 14 anos, atuando contra o fracasso escolar e pessoal.
  • Por meio da implementação de cada atividade, proporcionar aos alunos o senso de responsabilidade consigo próprios, com os colegas e com os diversos ambientes em que transitam em seu cotidiano.
  • Auxiliar crianças e adolescentes, em sua vida cotidiana, dentro e fora do contexto escolar, na busca de experiências produtivas, da apropriação dos elementos de seu mundo no próprio crescimento pessoal.
  • Desenvolver atividades que valorizem e aprimorem os saberes populares específicos de cada comunidade.
  • Promover amplo diagnóstico que permita uma intervenção positiva dos educadores e das próprias atividades do projeto na vida das crianças por meio de ações integradas e de mão-dupla entre o projeto e a família, entre o projeto e a escola, e entre o projeto e a comunidade, numa cadeia de ações afirmativas.

Reconhecimento

Ao receber o 1º prêmio, o projeto Ser Criança, teve seu reconhecimento como experiência criativa e inovadora na área de educação fundamental, ganhando visibilidade em nível local, regional e nacional.

  • 1º lugar no 1o. Concurso Prêmio Itaú/UNICEF – “Educação & Participação” – 1995, entre 406 concorrentes de todo o Brasil, novembro de 1995.
  • Prêmio Criança – Área de Educação – Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança – 1995
  • Prêmio Fundação Odebrecht/UNICEF – O Adolescente por uma Escola Melhor – 1995

Início: 1985

  Ser Criança- Araçuai- Vencedor do Prêmio Itaú Unicef – Categoria Regional Minas Gerais- 2013

Cidades beneficiadas: Curvelo, São Francisco e Araçuaí, Januária, São Romão (MG), Vitória (ES), Rosário, Miranda do Norte, Pinheiro e Itapecuru Mirim (MA), Santo André (SP), Belmonte, Santa Cruz de Cabrália, Eunápolis, Itabela, Itagimirim, Itapebí, Porto Seguro (BA), Nampula e Maputo-Moçambique.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter

Deixe uma resposta

Fechar Menu

Projeto Cuidadores em Saúde

Cuidar da saúde das pessoas de 6 comunidades maranhenses e quilombolas pelo lado cheio do copo. Como? Focando na promoção da saúde feita pela própria comunidade, vizinho cuidando de vizinho. Conheça o projeto “Cuidadores em Saúde” e inspire-se!