Meninos de Araçuaí (Coro)

Cidade: Araçuaí/ MG

Em 1998, o Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento – CPCD convidou o Grupo Ponto de Partida , uma das mais importantes companhias teatrais do Brasil, para preparar um Coro com 40 meninos e meninas entre 7 e 16 anos, do projeto “Ser Criança” de Araçuaí. Foi então realizado um intenso trabalho de formação artística: oficinas de dança, sapateado, musicalização para o que seria apenas uma apresentação de agradecimento aos patrocinadores do projeto.


Reuniram-se, pesquisaram, ensaiaram as músicas do Vale do Jequitinhonha, criaram figurinos e o resultado ficou tão bonito e de qualidade artística tão expressiva, que o encontro virou espetáculo de teatro e parceria institucional que já ultrapassa 20 anos de história. O Grupo Ponto de Partida iluminou o talento artístico daquelas crianças e compartilhou sua bagagem cultural e artística, iniciada em 1980 em Barbacena, para dirigir o Coro dos Meninos de Araçuaí.


De tempos em tempos, uma nova geração de meninos é formada e o Coro tem proporcionado uma experiência artística, mas também de socialização, estética e fortalecimento de autoestima e de cidadania para muitas das crianças e jovens da cidade.


Já foram criados 5 espetáculos e somam-se apresentações em Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador e… Paris! Muitas delas contaram com a participação do cantor Milton Nascimento, que se encantou com o trabalho conjunto entre Ponto de Partida e os Meninos do Araçuaí.


Além dos espetáculos, há 2 CDs – “Roda que Rola” e “Prá Nhá Terra” – e 2 DVDs – “Ser Minas Tão Gerais”e “Prá Nhá Terra” – que registram a beleza desse trabalho. O CD “Roda que Rola” foi eleito, por especialistas convidados pela Revista Crescer, um dos dez discos fundamentais na vida de qualquer criança.


Além disso, há meninos das primeiras gerações do Coro que se tornaram músicos profissionais, bailarinos, educadores… Seja como for, o que se pretende dessa parceria entre CPCD e Ponto de Partida é que esses meninos se tornem pessoas dignas e felizes!

Onde estamos?

Parceiros