Image Image Image Image Image

facebook  |  twitter  |  scribd  |  issuu  |  youtube  |  vídeo galeria  |  webmail 

Scroll to Top

To Top

Tião Rocha fala sobre a escolha do novo ministro da EducaçãoFoto: Danilo Verpa | Tião Rocha, Antropólogo e Educador popular.

No Comments
By Matheus Antúrio

On 14, abr 2015 | No Comments | In | By Matheus Antúrio

Tião Rocha fala sobre a escolha do novo ministro da Educação

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Para ele, Renato Janine Ribeiro tem as características necessárias para ajudar a transformar a área de ensino do país

Considerado uma das principais referências contemporâneas da educação brasileira, o mineiro Tião Rocha costuma dar declarações fortes sobre o que pensa do modelo educacional hegemônico, que chega a equiparar ao serviço militar obrigatório. Em um momento importante para a educação do país, com a recente troca no Ministério promovida pela presidenta Dilma Rousseff, o Portal Namu foi atrás do educador para questioná-lo sobre o que achou da mudança.

“Fiquei muitíssimo feliz com a escolha do professor Renato Janine Ribeiro. Eu acho que é uma pessoa absolutamente coerente, ética, que pensa além da forma e da fôrma, muito mais sobre o que é educação e menos escolarização, e isso é muito importante”, declara Tião.

O filósofo Renato Janine Ribeiro tomou posse na última segunda-feira (6) como o novo ministro da Educação, assumindo no lugar de Cid Gomes, que deixou o cargo no dia 18 de março após discutir com parlamentares na Câmara dos Deputados.

 

 

Tudo indica que o otimismo de Tião tem razão de existir. Com uma carreira bastante prolífica na academia, Janine tem a confiança de outros importantes especialistas da área. Em uma de suas primeiras entrevistas após o anúncio de sua nova indicação para o Ministério, ele defendeu a expansão de conceitos tradicionais do ensino à era da informação, adotando elementos da área de cultura, e sem as limitações tradicionais da relação professor-aluno. “Acredito na educação como libertação. Não é uma transmissão de conteúdo, uma padronização das pessoas”, disse o novo ministro.

Rocha acredita que Janine tem as características necessárias para fazer valer o novo slogan do Governo Federal de “pátria educadora”. “Nós não estamos falando só de governo, estamos falando de algo que vai além, de alma, uma alma brasileira que seja educadora. Acho que isso é um caminho novo, é um alento. E como a gente faz pra chegar lá? Eu não sei, tem que aprender fazendo. Mas não é reproduzindo o que tem aí, é fazendo algo não feito ainda. Então eu acho que ele é a pessoa certa, no lugar certo e no momento certo, porque nós precisamos de uma causa pra fazer esse país melhor para todos e para sempre, eu quero crer nisso”, afirma.

Professor de ética e filosofia, Janine Ribeiro chega ao cargo com forte apoio da academia. Entre seus desafios está a construção de 6 mil creches até o final do mandato de Dilma Roussef. Em sua posse, Ribeiro afirmou que nós “não podemos esquecer que democracia não é algo abstrato: é qualidade de vida. Se o IDH dos municípios melhorou extraordinariamente ao longo das três décadas de democracia, foi porque as pessoas tiveram e têm o direito de se manifestar, de se expressar, de organizar. Assim se produz o círculo virtuoso da democracia. Ela melhora as condições de vida, e este avanço por sua vez qualifica melhor as pessoas para terem mais consciência, mais conhecimento, mais capacidade de decidir seu destino pessoal e participar da construção do destino coletivo”

 

Fonte: Namu

Submit a Comment