Image Image Image Image Image

facebook  |  twitter  |  scribd  |  issuu  |  youtube  |  vídeo galeria  |  webmail 

Scroll to Top

To Top

Sou um privilegiado

4 Comments
By Tião Rocha

On 09, maio 2014 | 4 Comments | In | By Tião Rocha

Sou um privilegiado

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+

Por Tião Rocha*

Sou um privilegiado, por não ter morrido nos primeiros 7 dias de vida, enquanto milhares de bebês em nosso país morrem;

Sou um privilegiado, por não ter morrido de fome, doença ou abandono no primeiro ano de vida, enquanto milhares de brasileiros morrem, antes do 1º aniversário; Sou um privilegiado, por ter sido alimentado, vestido e cuidado com carinho, em minha infância e adolescência, enquanto milhões de crianças não têm comida e afeto, roupa, ternura, e nem moradia ainda neste país;

Sou um privilegiado, por ter frequentado e permanecido na escola pública, enquanto milhares de pessoas nunca tiveram esta oportunidade e outros milhões foram alijados da vida escolar prematuramente; Sou um privilegiado, por ter frequentado uma universidade, sustentada pelo trabalho e impostos de todos, enquanto a maioria absoluta dos jovens deste país não pode sequer sonhar com este benefício;

Sou um privilegiado, por ter tido a oportunidade de viajar ao exterior, conhecer este país, estudar e pesquisar a sua cultura, enquanto milhões de brasileiros, mal podem sobreviver numa terra cada dia mais cara e menos nossa; Sou um privilegiado ainda, por não ter sofrido na pele as dores do preconceito e as agruras do desemprego, enquanto milhares de brasileiros foram jogados à margem do nosso processo histórico e outros milhões engrossam ainda os contingentes de desempregados e sub-empregados;

Por todos este privilégios, recebidos durante minha vida, agora, só posso ter um compromisso social: o de Devolução. -Devolver, retribuir sob forma de trabalho social, ao povo do qual sou parte, por tantos privilégios obtidos; -Devolver, principalmente, àqueles que lutam, não por “privilégios”, mas por “direitos elementares”, o direito sagrado à vida, mais humana e digna, justiça social e o fim dos excluídos.

Por isso, tornei-me educador popular. E o meu compromisso é fazer da Educação e da Cultura, instrumentos para estas transformações. Se alcançar este patamar de nossa história faz parte do trabalho de devolução que os privilegiados devem fazer, esta deveria ser a obrigação – primeira e única – daqueles que além de privilegiados, ocupam cargos e funções públicas. Ao ser eleito “Líder Social do Brasil” (em 2001) e “Empreendedor Social Brasileiro”(de 2007) continuo sendo um privilegiado, sem merecê-lo. Enquanto puder, continuarei devolvendo por tantos privilégios recebidos.

** Tião Rocha é antropólogo (por formação acadêmica),
educador popular (por opção política) e mineiro (por sorte).
Fundador e presidente do CPCD.

Comments

  1. muito bom essa escrita, sempre que leio um tema descrito assim me lembro, o que eu enquanto cidadã posso fazer para os outros e com os outros.

  2. Eu também , mas, em Curvelo Parabéns… Que Deus te de muita vida nos anos, para que seus projetos se multiploquem.
    Paz, luz, sorrisos,
    Maria Emília

  3. Tião,
    Parabéns, pelo maravilhoso projeto!
    Gostaria de conhecer de perto seu trabalho, principalmente, no Vale do Jequitinhonha!
    Um afetuoso abraço
    Maria

Submit a Comment