Projeto concorreu com outras 85 instituições de todo o Brasil

O “Projeto Ser Criança, desenvolvido pelo CPCD em Araçuaí, Vale do Jequitinhonha, é um dos seis finalistas entre os 85 projetos inscritos de todo o Brasil no 1º Prêmio Nacional de Projetos com Participação Infantil.

O prêmio é uma iniciativa do Centro de Criação da Imagem Popular (CECIP), através do Projeto Criança Pequena em Foco, com apoio da Fundação Bernard Van Leer, Instituto C&A e Rede Nacional Primeira Infância (RNPI).

A divulgação dos finalistas ocorreu no dia 7 de maio. Além do projeto da Ser criança, também foram selecionados: “Escola de Comunicação da Meninada do Sertão, da Fundação Casa Grande Memorial/CE”, “Escola de Ser, do Centro de Orientação em Educação e Saúde/GO)”, “Memórias do Futuro – Olhares da Infância Brasileira, do Espaço Imaginário/MS”, “Ser Criança, do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento/MG)”, e “+Criança na RIO+20, da Fundação Xuxa Meneghel/RJ”.

O objetivo do prêmio, realizado nacionalmente, é fortalecer e disseminar práticas de participação infantil, inovadoras, eficazes, criativas e com impacto relevante. O prêmio pretende contribuir para difundir e estimular a efetivação do direito à participação infantil em múltiplos espaços sociais.

A próxima etapa da premiação consiste na visita técnica da Comissão Julgadora, composta também por crianças, às instituições selecionadas. Os vencedores serão anunciados no dia 06 de agosto, em evento no Rio de Janeiro.

Primeira Infância
No ano passado, a Secretaria da Criança, por meio do Comitê pela Primeira Infância, construiu o Plano Distrital pela Primeira Infância, em conjunto com diversas secretarias do GDF, Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil/DF, Sociedade de Pediatria do DF, instituições da Sociedade Civil, membros do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDCA), além da população por meio de consulta pública.

Mas o grande destaque da construção do Plano Distrital pela Primeira Infância foi a participação das maiores interessadas, as crianças. Ao todo, 90 meninas e meninos, moradores das cidades de Sobradinho, Planaltina, Itapoã, Asa Norte e Paranoá, contribuíram com a elaboração do documento por meio de metodologia específica, com rodas de conversas, entrevistas, brincadeiras, oficinas lúdicas e fotografias. Elas expressaram seus anseios e necessidades sobre diversos temas como “Família e Comunidade”, “Saúde e Alimentação”, “O Brincar”, “Escola e Educação”, “Mídias e Tecnologias”, além de “Violência e Medos”.

Amigos e parceiros, cuidar das pessoas e da nossa Mãe Terra é função de todos!

Seguimos nessa causa coletiva! Agora mais do que nunca, estamos todos engajados na preservação da vida e no cuidado com o próximo.

Seguindo as orientações e instruções da OMS e do Ministério da Saúde, em relação ao Coronavírus (COVID-19), comunicamos que as atividades da instituição estão reduzidas.

Parte da equipe está em casa trabalhando “home office” e outra parte que ainda se encontra em campo, está seguindo as instruções de segurança: nenhuma ação que aglomere pessoas ou em ambientes fechados estão sendo realizadas.


Algumas sedes se mantém abertas para informação da comunidade.

Estamos a disposição para contato e encaminhamentos necessários que possam ser realizados on-line, por e-mail e pelos nossos telefones. #vaitudoficarbem